Dia Internacional dos Povos Indígenas (9 de agosto)

  • Dia Internacional dos Povos Indígenas (9 de agosto)

9 de agosto representa a universalização de uma luta fundamental. Essa data marca a inauguração dos primeiros comitês dos povos indígenas na ONU, de forma que esse dia passou a ser celebrado como o Dia Internacional dos Povos Indígenas. Tal conquista foi possível somente a partir da pressão de populações organizadas de diversos lugares do mundo, em sua luta por condições dignas de existência, pelo direito à autodeterminação, pelo respeito ao aos seus modos de vida e pelo direito às suas terras originárias.

Estima-se que existam hoje no mundo pelo menos 5 mil povos indígenas, somando mais de 370 milhões de pessoas (IWGIA, 2015). Tal como nos informa o site do ISA, no Brasil, segundo o Censo IBGE 2010, os mais de 305 povos indígenas somam 896.917 pessoas. Como anunciou a Apib (Associação dos povos indígenas do Brasil): “é necessário descolonizar, reconhecer e valorizar. Há 521 anos essa terra é marcada por violações, pelo racismo e pelo genocídio. São séculos de tentativas de subjugação de povos, culturas e territórios.”

Tal como aponta o Relatório Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais e Governança Florestal (ONU): "Os povos indígenas e populações tradicionais são os melhores guardiões da floresta. Contribuir para que os povos indígenas e populações tradicionais possam permanecer em seus territórios, realizando suas atividades tradicionais e conservando a floresta com seu modo de vida gera benefícios para todo o Planeta, como a redução do desmatamento, da perda de biodiversidade e da emissão de C02."

Que possamos aprender com toda luta e resistência desses povos, que possamos nos solidarizar com sua causa, tão fundamental. Seus modos de vida oferecem esperança para um mundo que tanto precisa de novas formas de se relacionar com a Terra e principalmente, de se entender como parte dela. Por isso a criação de possibilidades dignas de existência para estes modos de vida representa a possibilidade de vida futura para os povos de todo o planeta.

Ao longo desse mês, no qual também se celebra do dia do combate a poluição, vamos compartilhar com vocês algumas indicações de filme sobre a questão indígena e também sobre a questão ambiental. A primeira delas é o Episódio 1 da série Guerras do Brasil, disponível gratuitamente no Youtube. 

Segundo Aylton Krenak, logo no início do filme: “O Brasil não existe, o Brasil é uma invenção e a invenção do Brasil ela nasce exatamente da invasão, inicialmente feita pelos portugueses e depois continuada pelos holandeses e depois continuada pelos franceses, num moto sem parar, onde as invasões nunca tiveram fim”

A partir de depoimentos e ideias contundentes como essa o filme atua de modo a desconstruir algumas ideias presentes no senso comum a respeito tanto do que sejam os povos indígenas como que é, ou pode vir a ser, o próprio Brasil. Tendemos a imaginar uma passado pacífico, de um povo que (até hoje) nunca se rebelou, tal imagem só possível pelo apagamento da memória de luta desses povos que, assim como outros, vem lutando pelo seus direitos a dignidade e humanidade.

Referências:




Comentários

Gostou? Classifique!

Escrever comentário

Não use tags HTML!